Please reload

Posts Recentes

Saiba analisar a sua dor.

09/01/2018

Saiba escutar o seu corpo e perceber a sua dor. O comportamento ao longo do dia, a sensação ou como percepciona a dor. Fique atento aos sinais e formas de aliviar a dor, sejam estas posturais, descanso ou pressão na zona afetada pela dor. Tente perceber se a dor é sempre a mesma ou se evolui ao longo do tempo. Tudo isto constitui uma informação valiosa na hora de prescrever um tratamento e ajuda ao terapeuta (massagista, fisioterapeuta, fisiatra, etc.) a fazer uma anamnese o mais precisa possível.

 

 - A dor é recente? Alguma vez já teve dores desse género?

-Consegue lembrar-se do dia exato dos primeiros sintomas?

-A dor apareceu de repente e com muita intensidade ou gradualmente e ao longo de várias horas, dias ou semanas até atingir a máxima intensidade?

-No momento quando a dor apareceu pela primeira vez, estava a fazer exercício ou alguma atividade física intensa?

-O comportamento da dor é persistente e invariável ao longo do dia?

-Consegue definir com exatidão o local da dor?

-Aquando do movimento, a intensidade da dor diminui ou aumenta?

-Aquando do descanso, a dor diminui ou agrava-se?

-Aquando da qualidade da dor, o que sente parece com: choques elétricos, sensação cortante, sente a queimação, sensação de vidros, agulhas, é palpitante?

-Fez febre?

-A zona da dor está quente? Tem inchaço?

-A dor irradia para membros? Sente os dedos adormecidos, formigueiro?

-O quê alivia a dor? Posição, calor, frio?

 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Please reload

Arquivo

(2005-2019) Denis Getman- Gabinete de massagens, Maia Tel. 917155383

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now